26/12/2017

Cresce o número de estudantes atendidos pela educação de Engenheiro Coelho

Dados foram publicados recentemente pela Agência Metropolitana de Campinas (Agemcamp)

Da redação

Em 2017, Engenheiro Coelho apresentou crescimento na quantidade de alunos atendidos pela rede pública de ensino. Os dados foram publicados recentemente pela Agência Metropolitana de Campinas (Agemcamp).

Segundo estudo realizado no município entre os anos de 2016 e 2017, a quantidade de estudantes matriculados na rede municipal de educação do município aumentou 0,28% no número total. Em 2016, a quantidade de alunos inscritos era de 6.043. Já no ano seguinte (2017), o número subiu para 6.060 crianças e adolescentes.

A faixa etária que obteve maior crescimento na quantidade de alunos matriculados no município, entre 2016 e 2017, foi a de crianças entre 4 e 6 anos de idade. No primeiro ano de pesquisa, haviam 821 alunos matriculados nesta categoria. Já em 2017, o número subiu para 833, um crescimento de 1,43%.

Em contrapartida, a faixa etária que apresentou maior queda de um ano para o outro foi a de adolescentes entre 15 e 17 anos de idade. Em 2016, 940 alunos faziam parte da rede de educação do município. No ano seguinte, o número caiu para 930. Neste caso, o decréscimo alcançou 1,06%.

Queda em ranking federal

Em pesquisa realizada pelo Governo Federal, Engenheiro Coelho recebeu nota abaixo do que a vista dois anos atrás. O município encontra-se dentro da estimativa de 15% das cidades paulistas que tiveram queda no ranking. Os dados são da 2ª edição do Índice de Oportunidades da Educação Brasileira (IOEB), divulgado pelo Centro de Liderança Pública, uma organização não governamental.

Engenheiro Coelho, que alcançou 5,2 em 2015, apresentou diferença na pesquisa, caindo para 4,8 pontos – apenas um décimo maior que a média nacional, que neste ano atingiu a marca de 4,7.

Além de incorporar o IDEB (que mede desempenho dos alunos em português e matemática e taxas de aprovação das escolas), o IOEB abarca a inclusão na educação infantil, a fatia de alunos atrasados e fora da escola, o tempo de experiência dos diretores, a porcentagem de professores com nível superior e a duração da jornada escolar.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Coelhense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.