05/01/2018

Denúncia aponta moradora de Engenheiro Coelho como suspeita em estelionato

Golpe de R$1.200 foi aplicado em uma loja de Artur Nogueira (SP)

Da redação

Uma loja de perfumaria e cosméticos, situada no Centro de Artur Nogueira, foi alvo de estelionato. A principal suspeita de ter aplicado o golpe é uma moradora de Engenheiro Coelho (SP). O nome de uma vítima teve utilização para a aplicação do delito. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil na tarde desta quinta-feira (4).

Conforme relatado por uma representante da referida loja na unidade policial do município, o golpe fora aplicado em outubro do ano passado. A principal suspeita, residente em Engenheiro Coelho, adquiriu R$ 1.2 mil em produtos da loja na ocasião da venda.

Ao chegar a data de vencimento da fatura, em novembro, o pagamento não foi efetuado. Por várias vezes, houve a tentativa de contato por telefone com a compradora, o que não teve resultado. Já em dezembro, uma mulher, moradora de Rio Verde (MT), entrou contato com a loja, informando que o nome dela tinha sido inserido no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), mas que nunca fez nenhuma compra na loja nogueirense, muito menos, teria viajado ao estado de São Paulo.

Diante da situação, foi constatado que a ação se tratava de um ato de estelionato. Em posse de uma cópia de RG da suspeita, a representante do estabelecimento comercial então se deslocou à residência da mulher que fez a compra, uma casa no Jardim Brasil, em Engenheiro Coelho, mas ela não obteve contato com a mesma. Diversos cadastros em lojas da região teriam sido feitos pela mesma pessoa.

A representante prestou queixa na Delegacia de Polícia Civil de Artur Nogueira a respeito do ocorrido. A denunciada não foi localizada até o momento. A Polícia Civil apura o caso.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Coelhense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.