02/02/2018

Engenheiro Coelho não terá programação de Carnaval

Prefeitura atribuí a não realização da festa à falta de verba

Michael Harteman

A cidade de Engenheiro Coelho não contará com uma programação de Carnaval em 2018. A prefeitura informou que, devido à baixa arrecadação, preferiu não realizar nenhum evento. Os mesmos motivos levaram o Poder Executivo a não realizar as festividades em 2017.

O secretário de Cultura de Engenheiro Coelho, Edimar Rodrigues de Oliveira, conhecido como Cavaco, explica que a decisão de não realizar nenhuma programação de Carnaval surgiu em reunião com o prefeito Pedro Franco. “Nós vimos que a arrecadação do município caiu pela metade e decidimos não assumir algo que não poderíamos cumprir, não dá para combinar algo e depois não poder pagar os credores”, afirma Cavaco.

Outro ponto importante para o secretário é cuidar dos serviços essenciais. “Numa situação como essa, nós precisamos cuidar do que é principal na cidade como, por exemplo, saúde e educação”, aponta Cavaco. O secretário ainda salienta que havia um projeto de Carnaval, mas que a falta de dinheiro impede o Poder Executivo de realizá-lo. “Gostaria de pedir desculpas a todos os foliões, mas infelizmente não podemos fazer uma coisa que não temos dinheiro para fazer”, completa o secretário.

O professor de educação física e morador de Engenheiro Coelho, Miller Vieira Fernandes, afirma que gosta bastante do Carnaval e que, por isso, deve ir para outro município. “Ainda não decidi para onde vou, talvez vá para Muzambinho (MG), que é uma festa bem bacana”, exclama o professor.

O fato de Engenheiro Coelho não contar com uma festa em 2018 não preocupa Miller. “Eu entendo perfeitamente a posição da prefeitura, numa situação de crise é preciso cortar mesmo, claro que eu gostaria de uma festa aqui, mas não acho que isso irá prejudicar a cidade”, opina Miller.

Camila Soledade Guidi Silva é gerente de restaurante e não é muito chegada ao Carnaval. Ela conta que apenas aprecia a data pelo feriado e normalmente aproveita para viajar. “Para mim não faz diferença se vai ter aqui na cidade”, comenta Camila, aos risos. Indagada sobre a atitude da prefeitura em não realizar o Carnaval, Camila é enfática. “Se realmente a verba for utilizada para saúde e educação, acho que outras cidades deveriam seguir esse exemplo”, exclama a munícipe.

Já Diana Pilon é professora e conta que, atualmente, não se importa muito com a data. “Eu já cheguei a pular Carnaval no clube quando era criança, mas hoje não ligo muito, quase todos os finais de semana eu estou fora da cidade então para mim não vai ter muita diferença”, conta Diana. A professora afirma que não se importa muito com a decisão da prefeitura, já que não tem apreço pela festa. “Hoje, minha única experiência com Carnaval são as marchinhas que fazemos por um dia com as crianças da escola”, conta a educadora.

O feriado de Carnaval em 2018 acontece no dia 13 de fevereiro.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Coelhense


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.