07/02/2018

Justiça Eleitoral cria Central de Atendimento em Engenheiro Coelho

Projeto inédito do TRE-SP estima cadastrar e regularizar mais de 5,2 mil eleitores na cidade

A Justiça Eleitoral irá disponibilizar uma Central de Atendimento Itinerante aos eleitores do município de Engenheiro Coelho. A novidade surgiu de uma parceria entre o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), o Cartório Eleitoral de Mogi Mirim (75ª Zona Eleitoral) e o Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp).

A expectativa é atender 5,2 mil eleitores com pedidos de transferência, cadastramento biométrico e solicitação do primeiro título eleitoral.

A Central de Atendimento Itinerante é um projeto inédito na região do Cartório Eleitoral de Mogi Mirim (SP), como explica a chefe da unidade, Rogéria Beatriz Loura. “A Central é um projeto novo do TRE-SP para tentar atender melhor o eleitor. O Unasp demonstrou interesse em receber uma edição do projeto, fato que irá facilitar para o TRE-SP fazer análises e estudos de viabilidade do modelo de atendimento em outras cidades da região”, explica Rogéria. Dados do IBGE estimam que Engenheiro Coelho tenha 19.497 habitantes e 13.157 eleitores cadastrados no município, segundo o último levantamento do TRE-SP, somando assim, uma parcela de 67,4%.

Com sete guichês, a Central de Atendimento Itinerante irá funcionar de segunda a sexta-feira, de 12h30 às 17 horas, e atender exclusivamente moradores de Engenheiro Coelho. No posto, localizado dentro do Unasp, o atendimento será organizado com agendamento presencial ou por telefone. Os serviços serão oferecidos gratuitamente até o dia 27 de março.

Além de Mogi Mirim (SP), o Cartório Eleitoral (75ª Zona Eleitoral) atende demandas das cidades de Conchal (SP), Artur Nogueira (SP), Holambra (SP) e Engenheiro Coelho. “O projeto irá aproximar o cartório fixo em Mogi Mirim (SP) da população na sua localidade, além de um ganho na agilidade para emissão do documento e regularizações necessárias”, afirmou.

Para o advogado José Ricardo Lobato, responsável pela organização do atendimento, a iniciativa deve fortalecer os eleitores da cidade. “Estamos oferecendo a oportunidade para a população revisar, transferir e emitir o título eleitoral. Isso é muito importante para que no futuro tenham mais força na cobrança de promessas eleitoreiras e políticas públicas eficientes para a cidade”, enfatiza.

Biometria

Embora Engenheiro Coelho não esteja entre os municípios com a obrigatoriedade da biometria, o serviço será oferecido aos interessados. Segundo levantamento do TRE-SP, apenas 1.447 eleitores coelhenses já cadastram suas digitais. Para fazer o cadastramento biométrico, é necessário levar documento oficial de identificação com foto, comprovante de residência em nome do eleitor e com no máximo três meses de emissão e título de eleitor.

Para outros serviços é necessário levar o CPF, RG (CNH) e comprovante de endereço. A Central de Atendimento Itinerante está equipada com sistema de fotografia digital para agilizar o atendimento.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Coelhense.

 


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.