04/01/2018

Número de casas próprias aumenta 36% em Engenheiro Coelho

Nos últimos sete anos, 6.339 famílias moram no município sem precisar pagar aluguel

Da redação 

O número de casas próprias em Engenheiro Coelho sofreu um aumento considerável nos últimos sete anos. Segundo dados da Agência Metropolitana de Campinas (Agemcamp), 6.339 famílias moram sem precisar pagar aluguel no município, contra 4.648 contabilizadas em 2010. Em menos de uma década, o número de casas próprias ampliou 36,38%.

No comparativo com o ano de 2000, o salto é ainda maior. A quantidade de residências subiu cerca de 145% entre o último ano do século passado e 2017. Na época, o município coelhense contava com 2.587 casas próprias.

O resultado é bem maior do que a média da Região Metropolitana de Campinas (RMC), que registrou aumento de 18,74% – de 871.471 casas próprias em 2010 e subiu para 1.034.833 em 2017. Em 2000, a RMC contava com pouco mais da metade de residências que tem hoje: 659.519 imóveis.

 O número, apesar de expressivo, evidencia a realidade da maioria das famílias da região e, também, de Engenheiro Coelho: o aluguel.

Minha Casa Minha Vida

Em 2017, um passo importante para o governo municipal de Engenheiro Coelho foi o lançamento e entrega das chaves do programa federal Minha Casa Minha Vida (MCMV). Trezentas famílias foram contempladas pela iniciativa que se concretizou em julho de 2017. Na época, cerca de 1.700 pessoas se mudaram para o condomínio ‘Sonho Meu 2’.

A grande quantidade de pessoas contempladas pelo programa acresceu em 4,73% a quantidade de residências encontradas no município, de acordo com o cálculo da Agemcamp para 2017. O projeto foi celebrado em 28 de janeiro de 2014 pelo prefeito Pedro Franco (PMDB), na Secretaria de Habitação do Estado de São Paulo e, a previsão de entrega da obra, naquele momento, era dezembro de 2015.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Coelhense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.