04/03/2019

Boliviano de 65 anos viaja 2500 km de bicicleta e descansa em Engenheiro Coelho

Armando Prado mostra na prática que a vida saudável tem efeitos positivos

Mariana Avanzzi

Um verdadeiro exemplo de superação. Armando Pardo tem 65 anos e esbanja saúde, para provar isso ele resolveu viajar mais de 2 mil quilômetros de bicicleta. É isso mesmo, o aposentado resolveu viver uma aventura aos 65 anos com o principal objetivo de mostrar que a vida saudável tem efeitos positivos. Ele resolveu descansar da longa viagem no Cevisa, em Engenheiro Coelho.

A ideia do pastor boliviano surgiu quando ficou sabendo do grande acampamento que aconteceria em Barretos (SP) e reuniria jovens de toda a América Latina. Então, o jovem senhor lançou o desafio pessoal e acreditou que com isso poderia  mostrar que a vida saudável tem efeitos positivos. Vegetariano há 42 anos e cansado de ouvir que esse estilo de vida debilitava o condicionamento físico, ele contou com ajuda de amigos que se ofereceram para ajudar.

As família também comprou a ideia e as filhas se encarregaram de construir um roteiro e ajustar a logística. A esposa acompanharia a viagem por 20 dias e levaria o que seria preciso para alimenta-lo. Acostumado com desafios de bicicleta, Armando estava animado. “Eu pratico esportes desde muito jovem, comecei correndo, fazem 20 anos que comecei com a bicicleta. Já havia feito trajetos de 300 km, 500 km e 1200 km (Chochabanba, Santacruz e Trinidad na Bolívia)”, se orgulha Pardo.

A partida foi em dezembro, da cidade de Cochabamba na Bolívia. Dificuldades e desafios foram superados durante o trajeto. Segundo o pastor, a maior dificuldade eram as pistas, porque só havia uma pista por sentido, e muitos caminhões com cargas (cana, eucalipto) pesadas. Mas também haviam vantagens e Armando pode conhecer todo o caminho, a pista, as belezas naturais do trajeto o que, para ele, compensou viajar de bicicleta.

Dia 15 de janeiro ele chegou ao Campori, e agradeceu a Deus por todos feitos da vida, bênçãos e cuidados. Foram 2.500 km sob a proteção divida. “Realmente foi uma forma de glorificar a Deus porque Ele faz tudo por nós e para nós. Não importa que fé você professa, se acredita em Deus, devemos procurar a saúde física, para ter uma boa saúde espiritual. E tendo as duas coisas, temos segurança do mais importante, o destino do céu. Uma nova vida”, declarou.

Armado decidiu descansar dessa longa viagem no Cevisa. “Para mim é um privilégio poder com minha esposa cuidar da saúde com tantos serviços especiais, que cobrem todas as áreas da saúde aqui nesse espaço com tantos profissionais qualificados e dedicados”, finaliza.

Com sensação de missão cumprida, o jovem senhor voltará para sua casa, mas já planejando o próximo desafio.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Coelhense


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.