05/01/2020

Cai o número de famílias beneficiadas pelo Bolsa família em Engenheiro Coelho

Dados são referentes a dezembro de 2019. Redução foi de 13.11% no município, se comparado ao mesmo período em 2018

Da Redação

O número de famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família caiu em cerca de 13.11% em Engenheiro Coelho. Até dezembro de 2019 haviam 603  famílias beneficiárias do Bolsa Família, no mesmo período do ano passado o número era de 694.

O número de famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família caiu 11,3% em um ano em 32 municípios da região de Campinas (SP), segundo dados da Secretaria Especial de Desenvolvimento Social. O levantamento mostra que o pagamento realizado em dezembro atendeu 82.202 cadastros, uma redução de 10.393 em relação ao mesmo período de 2018.

Campinas é a cidade que concentra o maior número de famílias atendidas: 33.772. No entanto, o total de cadastros ativos referentes ao pagamento de novembro reduziu 8,5%. No outro extremo está Holambra (SP), município com o menor número de famílias beneficiárias (66).

A redução também impactou no volume de dinheiro repassado aos municípios. De R$ 16,8 milhões em 2018, para R$ 15 milhões no final de 2019.

Benefício médio

Dos 31 municípios da região analisados, Holambra, cidade que possui o menor número de cadastrados, é o que possui o benefício médio de maior valor (total do valor repassado, dividido pelo número de cadastros ativos): R$ 223,52. Na região, o menor valor na média dos benefícios pagos está em Indaiatuba (SP), com R$ 130,23.

  • Águas de Lindoia – R$ 149,09
  • Americana – R$ 198,54
  • Amparo – R$ 161,74
  • Artur Nogueira – R$ 148,66
  • Campinas – R$ 181,60
  • Espírito Santo do Pinhal R$ 193,69
  • Engenheiro Coelho R$ 147,58
  • Estiva Gerbi – R$ 160,84
  • Holambra – R$ 223,52
  • Hortolândia – R$ 210,51
  • Indaiatuba – R$ 130,23
  • Itapira – R$ 171,27
  • Jaguariúna – R$ 203,41
  • Lindoia – R$ 143,12
  • Louveira – R$ 195,45
  • Mogi Guaçu – R$ 168,51
  • Mogi Mirim – R$ 171,72
  • Monte Alegre do Sul – R$ 176,65
  • Monte Mor – R$ 190,73
  • Morungaba – R$ 164,01
  • Paulínia – R$ 204,04
  • Pedra Bela – R$ 176,11
  • Pedreira – R$ 145,73
  • Pinhalzinho – R$ 157,82
  • Santo Antônio de Posse – R$ 156,08
  • Santo Antônio do Jardim – R$ 194,65
  • Serra Negra – R$ 147,61
  • Socorro – R$ 182,76
  • Sumaré – R$ 191,61
  • Tuiuti – R$ 216,72
  • Valinhos – R$ 200,62
  • Vinhedo – R$ 184,19

Programa 

O Bolsa Família é um programa de transferência de renda, que tem como objetivo contribuir com o combate à pobreza e a desigualdade.

As famílias interessadas devem ser inscrever no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), nos Centros de Referência em Assistência Social (Cras) ou na gestão municipal do Bolsa Família e do CadÚnico. Os selecionados recebem um cartão emitido pela Caixa Econômica Federal, e enviado pelos Correios.

Condições 

Quando uma família entra no programa, ela e o poder público assumem compromissos para garantir o acesso de suas crianças e adolescentes à saúde e à educação. Esses compromissos são conhecidos como condicionalidades, entre os condicionamento estão:

  • Crianças menores de 7 anos devem ser vacinadas e ter acompanhamento de peso e altura;
  • Gestantes precisam fazer o pré-natal;
  • Crianças e adolescentes de 6 a 15 anos devem ter frequência escolar mínima de 85% a cada mês; e
  • Jovens de 16 e 17 anos devem ter frequência escolar mínima de 75% das aulas a cada mês.

……………………………………

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Coelhense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.