20/02/2019

Casos de estupro de vulnerável diminuem 50% em Engenheiro Coelho

Dados foram divulgados pela Secretaria da Segurança Pública (SSP)

Mariana Avanzzi

Engenheiro Coelho fechou o ano de 2018 com a diminuição de 50% nos casos de estupro de vulnerável, se comparado com o ano anterior. Os dados foram divulgados pela Secretaria da Segurança Pública (SSP). Em 2017, houve seis registros de estupro de vulneráveis contra três casos registrados em 2018.

É considerado estupro de vulnerável qualquer ato libidinoso, como apalpamento de órgãos genitais, ou relação sexual com menores de 14 anos. Acima de 14 anos, o estupro ocorre quando não há consentimento da vítima. A pena prevista é de oito a 15 anos de prisão.

Para a psicóloga Jéssica Lins Rovaris, além da medida ser tomada após uma confirmação de abuso, posteriormente, a criança deve continuar sendo acompanhada por um psicólogo. “Uma situação de abuso sexual é algo extremamente traumatizante. A criança não consegue entender ao certo o que aconteceu. O abuso sexual pode ocasionar muitos transtornos psicológicos ao desenvolvimento da criança. Por isso, é extremamente importante que os responsáveis busquem ajuda profissional para lidar com a situação”, explica a profissional.

Como identificar

A profissional de saúde mental enumera alguns comportamentos que podem identificar o abuso. “Ela sabe que há algo errado, mas pensa que tudo aquilo está acontecendo porque a culpa é dela. Então muitas vezes a criança sofre abusos e não fala nada, pois fica com vergonha e sentindo-se culpada. Se os responsáveis perceberem mudanças de comportamento como isolamento, tristeza, choro frequente, agressividade, diminuição do interesse por coisas que antes gostava de fazer, queda do rendimento escolar, pesadelos, rejeição a alguma pessoa próxima, comportamentos regredidos de enurese e encoprese (urinar ou evacuar nas roupas), deve procurar ajuda imediatamente”, pontua a psicóloga.

Denuncie

Em Engenheiro Coelho, as denúncias podem ser feitas através do telefone (19) 3857-7152. O Conselho Tutelar bem como a Secretaria Municipal de Ação Social, da mulher, do idoso e do adolescente ficam localizados na Rua Vereador Adolfo Nimptz, 222, Jd. América (ao lado do salão da terceira idade).

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Coelhense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.