26/02/2019

Ciclovia de Engenheiro Coelho foi implantada sem avaliação técnica da EMTU

Empresa fez uma vistoria no local citado, e verificou que não foram realizadas as adequações necessárias para a criação e regulamentação dos pontos de embarque e desembarque de ônibus

Mariana Avanzzi

A ciclovia da Avenida Pastor Walter Boger, no Cidade Universitária em Engenheiro Coelho, que ficou pronta no final do ano passado (2018), e recebeu placas de sinalização nesta semana tem gerado transtornos aos moradores. A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU) afirmou que a Prefeitura de Engenheiro Coelho implantou a ciclovia  sem qualquer comunicação prévia ou avaliação técnica por parte da EMTU.

O valor global do convênio assinado entre a administração e o Ministério das Cidades foi de R$ 260.230,01, sendo R$ 14.380,01 de contrapartida da prefeitura para a construção da Ciclovia. O início das obras do trecho começou em setembro de 2018 e deveria ter ficado pronto em três meses.

Na época, o objetivo era melhorar a segurança de estudantes que usavam e ainda usam a via diariamente porém a via tem gerado discussão entre ciclistas e motoristas.

A equipe de reportagem do Portal Coelhense entrou em contato com a empresa responsável pela frota de ônibus circulares de Engenheiro Coelho a fim de colher esclarecimentos devido aos ônibus circularem sob a ciclovia. Em nota, a organização diz não ter sido comunicada sobre a existência de uma ciclovia na vicinal para que também pudessem fazer possíveis atualizações na linha, e que tal comunicado deveria vir da EMTU.

Em nota, a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU) informou que a Prefeitura de Engenheiro Coelho implantou a ciclovia  sem qualquer comunicação prévia ou avaliação técnica. A Empresa ainda afirmou que fez uma vistoria no local citado, e verificou-se que não foram realizadas as adequações necessárias para a criação e regulamentação dos pontos de embarque e desembarque de passageiros. Portanto, para preservar a segurança e integridade dos passageiros, os ônibus de linhas metropolitanas continuam atendendo nas vias por onde costumam trafegar costumeiramente.

Portal Coelhense entrou em contato também com a Prefeitura mas, até o fechamento desta matéria, não obtivemos uma resposta. Se e quando o Poder Executivo se manifestar, essa reportagem será atualizada.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Coelhense


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.