16/11/2018

Cresce número de idosos com emprego formal em Engenheiro Coelho

Número é fruto de uma pesquisa realizada pelo Observatório da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Campinas (SP)

Da redação 

O número de moradores com mais de 65 anos (idosos) que trabalham formalmente cresceu em Engenheiro Coelho. Isso é o que indica uma pesquisa realizada pelo Observatório da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Campinas (SP). De acordo com o estudo, que compreende os anos de 2010 a 2016, o crescimento foi de 93,9%.

Em 2010, primeiro ano pesquisado pela universidade, Engenheiro Coelho possuía 66 trabalhadores formais com mais de 65 anos. O número aumentou em 2011, quando o município registrou 81 trabalhadores. Em 2012, no entanto, o número diminuiu para 80. Em seguida, o número foi aumentando, até chegar em 2015, quando a cidade registrou 133 idosos trabalhadores.

Em 2016, ano mais recente computado pela pesquisa, 128 idosos com mais de 65 anos realizam atividades profissionais de maneira formal em Engenheiro Coelho.

A pesquisa aponta, no entanto, que o crescimento de empregos formais para trabalhadores com mais de 65 anos não aumenta na mesma proporção da população idosa na Região Metropolitana de Campinas (RMC). Segundo a publicação, a dinâmica social e a economia da região favorecem o empreendedorismo envolvendo os idosos, o que não deixa de ser uma maneira de complementar a renda da aposentadoria, muitas vezes insuficiente para o nível de gasto para um idoso.

O estudo chega à conclusão de que a RMC se caracteriza como um importante centro econômico para o país, reunindo um bom ambiente de negócios e atividades produtivas complexas e de alto valor agregado.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Coelhense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.