20/11/2018

Crianças de creche de Engenheiro Coelho escrevem cartinhas ao Papai Noel

Objetivo da instituição é desenvolver a solidariedade

Michael Harteman

É comum chegar no final de ano e ouvir das crianças que elas querem um presente de natal do Papai Noel. Por razões óbvias, o bom velhinho atende aos pequenos de acordo com a situação financeira de cada família. No entanto, há crianças que sequer tem o privilégio de ser contempladas com o mimo natalino. Pensando nisso, uma creche de Engenheiro Coelho realiza um trabalho que visa desenvolver a solidariedade.

A ideia surgiu com a professora Regina Eliane Manoel, que começou a incentivar as crianças da creche e escola infantil Sebastião Olivério de Moraes a escreverem as cartas. “Sempre fiz por amor, nunca para aparecer, faço por amor pelas crianças, gostaria que fosse uma campanha para ajudar a todos, mas como não é possível, faço para os menos favorecidos”, conta a educadora. As cartas são enviadas para os Correios, já que a empresa tem um projeto que objetiva encontrar pessoas que adotem as cartas e presenteie as crianças.

Elaine Hornhardt, coordenadora pedagógica da instituição, conta que esse ano o projeto da professora Regina foi estendido para toda a escola. Ela conta que a ideia surgiu quando foi notado que às sextas-feiras, dia em que é liberado para as crianças levarem seus brinquedos à escola, foi notado que muitos alunos não tinham nada para levar. “Ela [professora Regina] teve essa ideia de ajudar essas crianças mais necessitadas”, conta a coordenadora.

Elaine explica que as crianças fazem as cartas achando que estão pedindo brinquedos para outras crianças. “Isso também ajuda a desenvolver neles a solidariedade”, exclama. A educadora também conta que toda a ação é voltada aos pertencentes a famílias de baixa renda.

A ideia da professora Regina frutificou e o que era apenas uma ideia dentro de sala de aula se transformou em um projeto para toda a escola. No entanto, a coordenadora acredita que a iniciativa pode ir além. “A divulgação desse projeto pode fazer com que outras creches do município também possam fazer o mesmo, com o objetivo de que todas as crianças possam ser presenteadas pelo Papai Noel”, pontua.

Projeto Papai Noel dos Correios

Em 2010, os Correios colocaram a maior ação social à serviço da educação, ao incluir as cartas de crianças das escolas da rede pública de ensino (até o 5º ano do Ensino Fundamental) e de instituições parceiras, como creches, abrigos, orfanatos e núcleos socioeducativos. Com esse passo, o Papai Noel dos Correios alinhou-se ao quarto Objetivo de Desenvolvimento Sustentável: Educação de Qualidade.

A parceria com as escolas, foi bem sucedida em vários pontos. A redação de cartas ao Papai Noel estimulou o aprendizado em sala de aula e resgatou o prazer em escrever.

A partir de 2016, a campanha  passou a contemplar, prioritariamente, cartas de crianças das escolas da rede pública de ensino (até o 5º ano do Ensino Fundamental) e de instituições parceiras, como creches, abrigos, orfanatos e núcleos socioeducativos, em alinhamento aos programas governamentais.

Período da campanha

A campanha ocorre, normalmente, nos meses de novembro e dezembro de cada ano. Datas e pontos de adoção de cartas, de entrega dos presentes nas agências e da entrega dos presentes às crianças são divulgados em blog específico. As Unidades da Federação (UFs) possuem datas diferentes, tendo em vista particularidades regionais que influenciam na campanha, como calendário de encerramento do ano letivo. Os pontos de adoção, também, são definidos por cada estado. As informações completas de cada ano, estarão no Blog dos Correios. Basta acessar o link para saber como participar e ajudar uma criança.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Coelhense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.