28/02/2019

Crianças tomam banho de caneca em creche de Engenheiro Coelho

Secretária de Educação informou que em pouco tempo a situação será regularizada

Mariana Avanzzi

Um requerimento, feito por dois parlamentares, causou confusão na última sessão da Câmara de Vereadores de Engenheiro Coelho. O documento visava pedir explicações do aquecimento da água na Escola CEI Maria Olivério Cardoso de Moraes. Segundo os representantes do Poder Legislativo, as crianças da creche estão tomando banho de canequinhas por falta de reparos e manutenção hidráulica.

A secretária de Educação, Cleide Franco de Oliveira Cruz, explica que a medida é emergencial e que as crianças não foram prejudicadas em nenhum momento.

O documento foi feito pelos vereadores Neyzinho da Saúde (PSB) e Kenji de Melo (PV). Segundo os edis, a reclamação veio dos pais das crianças que não entenderam o porquê da medida, já que a unidade escolar é nova e usufrui de recursos de sistema solar. Além disso, três denúncias foram recebidas pelo Conselho Tutelar de Engenheiro Coelho relacionadas ao banho dos estudantes da creche Maria Cardoso. Segundo o órgão, as reclamações serão apuradas e notificadas à Secretaria Municipal de Educação, ao Conselho Municipal de Educação e ao Conselho do FUNDEB .

Os parlamentares também constataram que ofícios foram enviados pela diretoria da creche desde agosto de 2018. Portanto, eles concluíram que não se tratava de algo recente e nem de uma medida emergencial. Ambos acreditam que o fato se prolongou pela falta de atenção e cuidados do Poder Executivo.

A chefe da pasta da Educação coelhense abriu as portas da escola citada para a equipe de reportagem do Portal Coelhense a fim de mostrar que os problemas estavam sendo resolvidos e que a medida da diretora – de usar canequinhas no banho – foi para a própria segurança das crianças. “Na verdade, estamos esperando o termostato chegar. Essa peça regula a temperatura, até ela chegar as crianças maiores tomam banho de canequinha para não correr o risco de queima-las com um jato de água muito quente. Essa medida é emergencial e será regularizada dentro de pouco tempo” , informou Cleide.

A ideia partiu da diretora. Ela arrumou um jeito para dosar a água fria com a água quente para que as crianças pudessem ter conforto com a temperatura da água. “Foi uma forma de não deixar de entregar as crianças limpinhas e sem colocar em risco os professores e as crianças, pois a água está muito quente” , conta a educadora.

O assunto foi levado até a Casa de Leis de Engenheiro Coelho e o requerimento foi pautado e votado. O documento foi negado por cinco vereadores, o que causou ainda mais indignação para os pais das crianças. Carlos Henrique Millares é pai de uma criança de dois anos que frequenta a creche. Para ele, os edis não cumpriram com o papel de fiscalizar e votaram contra algo de interesse de todos os pais. ” Se a escola não tivesse estrutura seria justificável, porém a creche é nova e meu filho estar tomando de canequinha me causa desconforto. Não custava os vereadores fazerem o trabalho deles e fiscalizar”, expõe.

Os dias do banho de canequinha estão contados, pois, segundo a diretoria da escola, a peça deve chegar nesta quinta-feira (28). A previsão é de que em 15 dias o problema será resolvido por completo.

Assista ao vídeo

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Coelhense


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.