19/08/2019

Descubra como desenvolver suas habilidades sociais

A psicóloga Adriana Reis revela qual é o segredo para se ter bons relacionamentos e como desenvolvê-los desde a infância

Informe Publicitário

Falar de habilidade social nos dias de hoje, é quase um desafio. Isso acontece porque estamos numa época que resolvemos praticamente tudo através de um meio digital, como o celular, um dos aparelhos considerado indispensáveis para grande maioria. Falar de habilidade social é falar de como ter um bom relacionamento com os outros e saber lidar com diversas situações que a vida proporciona. A psicóloga Adriana Reis apresenta dicas de extrema importância de como desenvolver estas habilidades. Confira!

O QUE SÃO HABILIDADES SOCIAIS?

Habilidades sociais são aqueles comportamentos considerados como desejáveis ou “adequados”. Comportamentos estes, que capacitam a pessoa a interagir com o outro de modo que as necessidades sejam satisfeitas para ambos. Desta forma, é possível resolver problemas imediatos e minimizar possíveis problemas futuros. Dentre estes comportamentos estão a verbalização, expressão facial, postura, contato visual, gestos e aparência física.

Todos esses comportamentos são aprendidos no ambiente em que cada pessoa está inserida, principalmente durante a infância e adolescência. Pode-se dizer que todos estes detalhes são um conjunto de pré-requisitos que podem ser desenvolvidos. Também podem ser usados como ferramentas que se conectam e interagem com as pessoas ao redor da melhor forma e afim de obter os melhores resultados.

QUAIS SÃO AS HABILIDADES SOCIAIS?

Existem sete classes de habilidades sociais que quando treinadas e desenvolvidas tornam seus relacionamentos bem mais elevados. Entenda de forma rápida e objetiva cada um deles:

  • Civilidade: saber e ter a capacidade de se apresentar, cumprimentar, despedir, dizer por favor e agradecer;
  • Comunicação/ fazer amizades: capacidade de saber conversar, iniciar e manter uma conversa, responder perguntas ou fazer um simples elogio ou comentário;
  • Empatia: ter a capacidade de se colocar no lugar do outro para reconhecer suas necessidades e sentimentos, demonstrar compreensão, expressar apoio ou ajuda;
  • Expressão de sentimento positivo e autocontrole: capacidade de ser solidário, demonstrar o quanto gostou de algo, o quanto gosta de alguém, demonstrar e receber afeto sem receios, compartilhar amor, saber reconhecer e identificar sentimentos positivos e negativos, tolerar ansiedade, medo, raiva;
  • Assertividade: manifestar opinião, expressar raiva, fazer, aceitar e recusar pedidos, lidar com críticas de forma equilibrada se atentando com o momento certo, o tom de voz, a forma de falar;
  • Solução de problemas: conseguir acalmar-se diante de uma situação-problema, pensar antes de tomar decisões e reconhecer diferentes tipos de problemas, identificar possíveis alternativas de solução;
  • Habilidade profissional ou acadêmica: ter características necessárias no trabalho e/ou atividade que exerce, tais como liderar um grupo, vencer o medo em falar em público, mediar conflitos, encontrar soluções, ter bom relacionamento interpessoal. No caso de crianças, é a capacidade de se desenvolver bem na escola, não só no aspecto pedagógico, mas no social. De forma que a criança consiga tirar dúvidas com os professores, expressar suas opiniões e apresentar seus trabalhos.

COMO AS HABILIDADES SOCIAIS INFLUENCIAM EM NOSSO DIA A DIA?

Nos dias de hoje, é difícil ver alguém com a agenda livre de compromissos ou com tempo de sobra.  Através do avanço tecnológico, parece que todos vivem ligados. Mais disponíveis online do que presencialmente, o que pode dificultar na hora de ter uma boa interação no “ao vivo”, “face to face”, com amigos, familiares, na universidade e no trabalho.

Somos seres sociáveis e a forma com que nos comportamos durante esses encontros e como empregamos as nossas habilidades sociais tem o poder de transformar os acontecimentos futuros. Por exemplo: quando nos expressamos de maneira sincera e adequada, adotando uma atitude assertiva, dificuldades podem ser solucionadas sem que o problema se estenda e ganhe uma proporção maior.

“Eu atendo diversas pessoas em minha clínica que diz ter fobia social ou ser muito tímida. Aqui podemos dar algumas dicas: se pensarmos em uma habilidade básica e natural, como a ação de cumprimentar, podemos ver o quanto ela é capaz de interferir em nossa vida. Afinal, quem nunca ouviu alguém dizer que outra pessoa é mal-educada por não desejar um bom dia ou retribuir um aceno?

Se você tem um comércio e precisa contratar um funcionário, o que vai levar em consideração? Você vai priorizar alguns critérios e dentre eles com certeza estará o fato de a pessoa ser simpática, ágil e dinâmica em seus afazeres. Agora, imagine quando você vai a uma loja. Qual o tipo de atendimento você gostaria de ter? Um vendedor de cara fechada que fala baixo, sem olhar para você e sem explicar direito sobre o produto ou um vendedor sorridente, que te explica com exatidão, te dá sugestões e tem uma conversa agradável?

Quando damos algo ou quando recebemos, queremos sempre da melhor forma. Então por que não parar para refletir se também estamos fazendo aquilo que esperamos do outro em nossas interações sociais? Ao treinarmos nossas habilidades sociais, vamos desenvolver a competência social que nos eleva a um alto nível de progresso em nossos relacionamentos, seja com amigos, namorado, marido, no trabalho, na escola e até mesmo na fila do banco. Perceba então, que as habilidades sociais agregam às nossas competências e permitem que sejamos melhores e mais completos, nos aproximando dos objetivos estabelecidos para a vida e a carreira ”, explica Adriana.

A psicóloga também atende crianças com dificuldade de se expressar na escola, fazer amizades ou até mesmo com dificuldade de demonstrar afeto aos pais e controlar a raiva. “Se suas habilidades sociais forem bem desenvolvidas no sentido de aprender a enfrentar seus medos e vergonhas, além de aprender a se comunicar de forma efetiva, não seria ela melhor sucedida em seus relacionamentos? Estaria se sentindo bem em suas interações? Estaria beneficiando aos outros em suas interações? Claro que sim! E isso é competência social, que pode ser desenvolvida desde a infância”, afirma a psicóloga.

É POSSÍVEL DESENVOLVER UMA NOVA HABILIDADE SOCIAL?

As habilidades sociais são desenvolvidas no ambiente que as pessoas se inserem, principalmente durante a infância e adolescência. A maior parte deste aprendizado é feito com o outro. As habilidades são aprendidas com os pais na primeira infância e com os amigos mais próximos na escola, durante a adolescência. Existem situações que reforçam esses comportamentos tanto para o lado negativo quanto para o lado positivo. Portanto, “é plenamente possível desenvolver uma nova habilidade social, assim como melhorar outra já existente. O ser humano é capaz de refletir sobre suas posturas e condutas, de modo a criar novas formas de pensar e agir. A ajuda terapêutica é de grande valia pois ajuda a descobrir em quais áreas você tem mais dificuldade em desenvolver tais habilidades e assim trabalhar sistematicamente em prol dessas habilidades prejudicadas. Os resultados são excelentes”, declara Adriana.

COMO TREINAR SUAS HABILIDADES SOCIAIS?

O treinamento das habilidades sociais consiste em trabalhar cada classe das habilidades em que a pessoa tem mais dificuldade de forma dinâmica e didática. Usando jogos, atividades interativas, desafios e orientações essenciais para atingir a competência social e ter por excelência qualidade em seus relacionamentos.

“Vou dar uma prévia de como você pode treinar suas habilidades sociais: saiba se expressar, não julgue, pratique a empatia, aprenda a ouvir o outro, administre suas emoções, tenha paciência, respire fundo antes de falar quando está com raiva, pense positivo, seja assertivo e saiba negociar. Não é tão fácil manter o controle e colocar em prática todas essas dicas, mas com certeza não é impossível. A recompensa de ter relacionamentos saudáveis e bem-sucedidos faz o esforço e investimento valer a pena. Caso queiram saber mais sobre o treinamento de habilidades sociais, estou à disposição para esclarecer, terei imenso prazer em recebe-los em minha clínica”, convida a especialista.

Além de atendimento individual para adultos e crianças, a psicóloga Adriana Reis, oferece oficinas de habilidades sociais específicas para crianças. São oito encontros uma vez por semana, em grupos de cinco integrantes, o que torna o valor mais acessível, pelo fato das atividades serem passadas em conjunto. Após ser realizada a inscrição, são verificados os horários em comuns e a partir disso, feita a montagem dos grupos.

E aí, gostou das dicas da psicóloga? Avise seus amigos, parentes e vizinhos e venham conhecer este incrível trabalho! O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira das 8h as 17h.

A Clínica Humanatus fica localizada na Rua Luiz Favero, 413, sala 02, no Centro Engenheiro Coelho/SP. Entre em contato pelo telefone 19 3857-76 82 ou WhatsApp (19)9 9991-4452. Acesse também o Facebook da Dra. Adriana Reis e confira as novidades.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS


Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.