03/03/2019

Engenheiro Coelho registra queda de 150, 91% em geração de empregos formais

Houve diminuição de 83 postos de trabalho

Mariana Avanzzi

Em janeiro deste ano, o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) registrou uma queda 150,91% de geração de empregos em Engenheiro Coelho. Os dados foram divulgados pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Entre contratações e demissões, o município coelhense registrou um saldo de 55 postos com carteira assinada criados no primeiro mês do ano de 2018. Já este ano, durante o mesmo período, houve uma diminuição, pois 83 postos de trabalho deixaram de existir. Segundo economistas, a queda da geração de empregos com carteira é o mais novo obstáculo à retomada da economia nos próximos meses.

Engenheiro Coelho segue a tendência da Região Metropolitana de Campinas (RMC). Das 20 cidades que compõem o grupo, apenas Americana (SP), Hortolândia (SP), Itatiba (SP), Jaguariúna (SP) e Sumaré (SP) apresentaram saldos positivos.

Brasil

Números do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que 13,2 milhões de brasileiros se encontram desempregados. Em comparação com o mesmo período de 2017 — em que o total era de 13,8 milhões — houve queda de 3,9%. Mas apesar disso, a quantidade de desocupados se mantém alta, reunindo 12,7% da população.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.