20/08/2019

Florada dos Ipês vira atração no Unasp de Engenheiro Coelho

Colorido especial dos Ipês-Amarelos está encantando moradores na estação mais fria do ano

Da redação

O mês de agosto chegou e com ele o colorido do ipê-amarelo. Quem estuda, trabalha ou visita o Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp) em Engenheiro Coelho (SP), logo percebe a cor vibrante das árvores enfeitando as vias de acesso à instituição. O Ipê é uma espécie considerada símbolo nacional e floresce entre os meses que antecedem a estação da primavera.

As mudas foram doadas pela Secretária de Meio Ambiente do Estado de São Paulo e plantadas em 1999. O doutor em direito e engenheiro agrônomo, Carlos Hees, foi um dos responsáveis pela plantação. “Nós ganhamos as mudas em uma negociação com a Secretaria de Meio Ambiente do Estado de São Paulo. Tinha outras espécies, mas optamos pelo ipê-amarelo que é um símbolo nacional. Um equipe de 10 funcionários e 15 alunos participaram do plantio”, relembra.

O espetáculo da floração dos ipês encantou universitária de Ciências Contábeis Izadora Lima, que registrou o fenômeno. “Fico admirada como a natureza pode proporcionar algo tão lindo na estação que estamos. Faz com que você queira guardar uma recordação, seja só do ipê ou você como parte do cenário, pois proporciona lindas fotos”, destaca.

Mas Izadora não foi a única a tirar foto no local. Muitos estão celebrando a floração com muita gratidão. Na internet, a imagens viralizaram após um post do Reitor do Seminário Adventista Latino-Americano de Teologia (SALT), Adolfo Suarez. A fotografia recebeu várias curtidas, comentários e compartilhamentos em redes sociais. Assim como essa, outras imagens estão viralizando pelas redes sociais, apresentando a beleza natural do Unasp em Engenheiro Coelho.

Espetáculo da vida

Os Ipês-amarelos são as árvores mais resistentes e atingem entre 15 e 18 metros. As flores podem durar em média 15 dias, sendo que uma árvore pode florir mais de uma vez durante o mesmo período de seca. A intensidade das flores é impactada pelas chuvas que em determinadas épocas inibem o florescimento. O colorido dos ipês é um show à parte, e várias outras espécies enfeitam as alamedas do Unasp.

Izadora anda pela área verde do campus e fica admirada em como a natureza pode proporcionar algo tão lindo. “Na minha vida isso reflete de maneira positiva, em que eu consigo entender que para florescer leva tempo, dias, meses ou até ano. Mas quando acontecer algo vai ser incrível e vou poder aproveitar mesmo que poucos dias”, destaca.

Ao passar pela entrada do Centro Universitário, o professor Carlos Hees, relembra com saudosismo como tudo começou e se encanta com o resultado. “Ainda hoje eu tirei uma foto enquanto subia. É gostoso e gratificante olhar os ipês e ver que valeu a pena todo o trabalho”, confidencia em meio a sorrisos, ao presenciar as belas flores que por um curto período formam um verdadeiro espetáculo da natureza.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Coelhense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.