14/10/2018

Jovem deixa Engenheiro Coelho e se torna jogador de futebol na Alemanha

Marcelo Freitas cresceu no município e se tornou jogador profissional

Michael Harteman

Para Marcelo Freitas, o futebol não é somente aquele esporte que passa na TV ou que ocasionalmente vamos até o estádio para acompanhar uma partida. Tão pouco é o esporte da pelada de final de semana ou o assunto principal na conversa entre amigos. É mais que isso! Para Marcelo o futebol é vida, liberdade, felicidade, vocação e paixão. É dentro do campo, defendendo as cores do time dele, que o atleta se sente realizado.

Tal paixão e amor por chutar a bola começou cedo. Marcelo Freitas nasceu em Limeira (SP) mas cresceu em Engenheiro Coelho. A bola ainda era grande para ele quando começou a dar os primeiros chutes. Aos seis anos já treinava em uma escolinha da cidade. “Comecei com o professor Adão, quando eu tinha dez anos já disputava partidas em cidades vizinha”, relembra.

Aos 13 anos, Marcelo foi para São Paulo (SP) em busca do grande sonho: se tornar um jogador de futebol profissional. Na capital, frequentou a base da Portuguesa por dois anos. Em seguida, foi acolhido por uma das bases mais cobiçadas do país: CT de Cotia, que pertence ao São Paulo Futebol Clube.

A cada partida na base, se solidificava no jovem a vontade de se profissionalizar. Era ali, no meio do campo, o espaço que ele se sentia completo. Aos 19 anos, o jovem, que aprendeu a jogar nos campos coelhenses, assinou o seu primeiro contrato como profissional. “Assinei com o Grêmio de Porto Alegre (RS), mas só fui atuar mesmo como profissional no Figueirense, em Santa Catarina”, conta.

Após dois anos jogando no futebol catarinense, o esportista chamou atenção de clubes alemães. Atualmente, ele joga no Energie Cottbus, time que leva o nome da cidade alemã, Cottbus. O time disputa, hoje, a terceira divisão do futebol alemão. Marcelo continua jogando, competindo e sonhando. “Meu objetivo é chegar na 1. Bundesliga [Primeira divisão], tenho muita vontade”, exclama o jogador.

Marcelo Freitas subiu na carreira e segue lutando pelo seu espaço. Sua determinação e força de vontade seguem tendo o apoio dos familiares, pessoas que ele tem profunda admiração. “Hoje minha família está aqui comigo, admiro isso neles, eles foram corajosos de deixar o Brasil e vir viver o meu sonho aqui na Alemanha”, admite o jovem. Além da admiração de pessoas próximas, o jogador também respeita um outro personagem. “Me espelho no ex-jogador Kaká, dentro e fora de campo. O caráter, o jeito família e a fé dele em Deus, sempre foi alguém que tive como exemplo”.

O atleta está fazendo a vida na Europa e obtendo sucesso como jogador profissional. No entanto, se engana quem pensa que ele esquece de suas origens ou da cidade onde cresceu. “Tenho muita vontade de ajudar as crianças de Engenheiro Coelho a terem mais oportunidade do que elas têm hoje”, frisa o jogador. E acrescenta, “sou uma pessoa mais de objetivos do que de sonhos”.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Coelhense


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.