11/12/2018

Jovem dirige alcoolizado e agride policiais em Engenheiro Coelho

Homem apresentava sonolência, cheiro etílico e voz balbuciante, bem como fala desconexa

Da redação

Um homem foi averiguado após ser visto dirigindo sob efeito de álcool neste domingo (9) em Engenheiro Coelho. De acordo com informações dos policiais, um condutor de um veículo invadiu a Rodovia Engenheiro João Toselli (SP-147) pela contramão e quase colidiu frontalmente contra uma viatura da Polícia Rodoviária. O motorista e o condutor do carro ainda agrediram os oficiais que atenderam a ocorrência.

O Boletim de Ocorrência (B.O.) descreve que o GM/Classic era conduzido por um jovem que apresentava sonolência, cheiro etílico e voz balbuciante, bem como fala desconexa. Diante dessas constatações após uma revista e verificação de documentos, os oficiais fizeram algumas solicitações.

Foi pedida a realização do teste do bafômetro e um novo condutor para a liberação do automóvel. Porém, o condutor e o passageiro do carro não concordaram com as medidas a serem adotadas. “O irmão do condutor partiu contra os policiais desferindo um soco que atingiu o joelho de um deles”, relata o documento. Ao ser contido, ele ainda deu um soco na cabeça do policial, efetuando um corte e rasgando o uniforme do mesmo.

O motorista, ao ver o irmão dele enfrentar os oficiais, tentou agredi-los da mesma forma, contudo foi impedido e algemado na sequência. Assim, foi solicitado apoio para conduzir ambos à Delegacia de Polícia Civil de Artur Nogueira (SP).

Na unidade policial foi registrado um B.O. caracterizado como crime por embriaguez ao volante. Os policiais foram conduzidos ao Hospital Bom Samaritano, no município nogueirense, para receberem atendimento médico. Ambos foram liberados posteriormente.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Coelhense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.