17/12/2018

Jovem morre com golpes de faca em Engenheiro Coelho

Autor do delito foi localizado pela Guarda Municipal e acabou preso

Da redação

Um homem foi morto ao sofrer ferimentos por golpes de faca na noite deste domingo (16), em Engenheiro Coelho. O acusado pelo crime foi localizado e preso por agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) da cidade.

O registro do Boletim de Ocorrência (B.O.) descreve que o guardas municipais efetuavam o patrulhamento pela cidade, por volta das 20h30. Ao chegarem à Rua Cândido Mulla Arnaldo, no Jardim Luiz Fávero, eles se depararam com um aglomerado de pessoas no local e um homem caído ao chão.

Ao se aproximarem, os oficiais perceberam que o indivíduo estava desfalecido e apresentava ferimentos de faca pelo corpo. Uma ambulância foi acionada ao endereço para que o rapaz, identificado como Gilberlânio Ramos da Silva, de 25 anos, fosse socorrido ao Pronto-socorro, porém, ele entrou em óbito.

Em contato com uma das pessoas que estavam no local, a ex-esposa da vítima relatou aos guardas que Gilberlânio começou uma discussão com ela e o atual namorado dela. A jovem já possuía uma medida protetiva contra o ex-companheiro.

A declarante relatou ainda aos agentes que, na ocasião da discussão, o namorado e o ex dela se atracaram e Gilberlânio foi ferido com golpes de faca desferidos pelo acusado, de 29 anos. Pelo menos cinco golpes foram efetuados contra a vítima.

Posteriormente, o autor do delito foi localizado escondido dentro de uma residência. Ele confessou o crime, mas alegou ter agido em legítima defesa. A faca utilizada no delito não foi encontrada.

Ao ser detido e levado à Delegacia de Polícia Civil de Artur Nogueira (SP), a prisão em flagrante foi efetivada. Posteriormente, o indiciado seria encaminhado à uma unidade prisional da região.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Coelhense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.