02/04/2019

Motoristas são flagrados transitando pela ciclovia e acabam multados pela PM de Engenheiro Coelho

Ação aconteceu no final de semana e deve se repetir

Da redação

A Polícia Militar (PM) realizou a fiscalização na vicinal Pastor Walter Boger a fim de multar motoristas que transitam pela ciclovia. A ação aconteceu no final de semana, mas, segundo a corporação, ela deve se repetir.

A desejada ciclovia da Cidade Universitária em Engenheiro Coelho, ficou pronta no final do ano passado (2018). O trajeto possui 814,40 metros de extensão e liga o bairro Lagoa Bonita I até o campus do Centro Universitário Adventista do Estado de São Paulo (Unasp). No entanto, desde o término da obra, ciclistas e pedestres que utilizam a via exclusiva têm enfrentado problemas ao ter que dividi-la com veículos.

Hoje, a via está devidamente sinalizada, apesar da falta de tachões para delimitação do espaço. E esse é um dos principais problemas para quem utiliza o local, pois é frequentemente surpreendido por veículos que desviam das lombadas passando sob a via exclusiva para ciclistas. O mal comportamento dos motoristas já deixou um ciclista ferido. Na ocasião, o condutor de uma bicicleta foi lançado no para-brisas do carro e teve que ser levado ao Pronto Socorro.

A fim de extinguir o comportamento dos usuários, a Polícia Militar passou a fiscalizar o local. “Estamos realizando a fiscalização e autuando os carros que passam ou param pela ciclovia”, afirmou Ferreira,  comandante da operação. As desculpas, ao serem flagrados transitando pela via, foram as mais diversas possíveis. “Eu parei na ciclovia para dar carona para o casal”, justificou um senhor, que ficou indignado em ser multado. Mas não teve acordo, afinal conforme o Artigo 193 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), transitar com o veículo em ciclovias e ciclofaixas é infração gravíssima e causa um prejuízo de R$ 293,47  e sete pontos na carteira do motorista.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Coelhense


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.