24/05/2019

Peão fica gravemente ferido após ser pisoteado por touro na Expo Engenheiro Coelho

ASSISTA AO VÍDEO: Relísson Antonio Prado Ribeiro tem 21 anos e teve traumatismos craniano

Da redação

Um jovem peão ficou gravemente ferido após cair de um touro e ser pisoteado durante a Expo Engenheiro Coelho. O caso aconteceu na noite desta quinta-feira (23) na primeira noite do evento. A vítima trata-se de Relísson Antonio Prado Ribeiro de apenas 21 anos.

Considerada a modalidade mais radical do rodeio mundial, foi na montaria em touro que o jovem se acidentou. Ele caiu do animal, bateu a cabeça e desmaiou. Na sequência, o peão ficou preso ao touro e foi pisoteado pelo mesmo. Imediatamente, uma equipe médica compareceu à arena e prestou os primeiros socorros à Relísson que precisou ser levado para a Santa Casa de Limeira (SP).

De acordo com os médicos, ele teve traumatismos craniano e se encontra em estado grave. O jovem está sedado, em situação crítica, porém estável. A família deve receber informações médicas ainda nesta sexta-feira (24), a partir das 19h.

A organização foi contatada pelo Portal Coelhense, mas preferiu não se manifestar sobre o assunto. A sétima edição da Expo Engenheiro Coelho é uma realização da prefeitura coelhense através da Secretaria de Cultura e Turismo.

O evento está encerrando as festas em comemoração aos 28 anos de emancipação político-administrativa da cidade e se estenderá até o dia 26 de maio.

Assista ao vídeo

Montaria em touro

É considerada a modalidade mais radical do rodeio mundial. O competidor segura a corda americana – que envolve o corpo do animal – com apenas uma das mãos. A outra que fica livre – denominada “mão de equilíbrio” – não pode tocar em nada, nem no próprio corpo, cerca/arena ou no lombo/corpo do animal. Caso isso ocorra será considerado apelo, ou seja SAT – sem aproveitamento técnico, nota zero. Outro tipo de apelo é quando o competidor às vezes até involuntariamente “encaixa” a espora na corda americana que na gíria é chamada de “montar nos nós”.

Os juízes levam em consideração na avaliação de uma montaria o grau de dificuldade que o animal impõe ao competidor, enquanto maior, melhor a nota, desde que demonstre total domínio sobre o mesmo e suporte o tempo regulamentar que é de 8 segundos e varia de 0 a 100 pontos. Não é permitido o uso de quaisquer equipamentos que venham provocar maus tratos/lesões aos animais.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Coelhense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.