30/01/2019

Pré-candidato a prefeito quer acabar com regalias em Engenheiro Coelho

Em entrevista, Dr. Zeedivaldo conta sobre a trajetória dele e revela que pretende cortar gastos no município coelhense

Mariana Avanzzi

Em 2016, Engenheiro Coelho teve uma das eleições mais apertadas do país no pleito municipal. Os dois candidatos que disputaram a prefeitura foram separados por menos de 1% dos votos. Isso mesmo. Pedro Franco (MDB) foi eleito com 93 votos a mais que Dr Zeedivaldo Alves Miranda, que disputou a eleição pelo PSB.

Com esse resultado, dá para afirmar tranquilamente que a cidade estava dividida em 2016. Embora os votos não tenha colocado o médico no Poder Executivo, ele não se sente derrotado. Já que perdeu por uma margem pequena, Zeedivaldo faz planos para disputar novamente o cargo em Engenheiro Coelho.

O pré-candidato conversou com a equipe de reportagem do Portal Coelhense e, durante a entrevista, falou sobre a vida pessoal, diferencial do eleitorado dele e, também, sobre o que fará caso consiga se eleger.

Confira a entrevista abaixo:

Em que momento surgiu o interesse pela política? A política aconteceu de uma forma bem natural. O convívio com os pacientes, ao me envolver e sentir o carinho das pessoas que chegam no consultório precisando restaurar a saúde ao longo da minha carreira. Então, eu descobri através desse contato com a comunidade mais carente que como médico eu ajudo muito, mas eu conseguiria ajudar muito mais pessoas através da política através dos serviços sociais. Eu quero poder trabalhar muito mais pelas pessoas necessitadas. Eu me sinto um profissional muito realizado. Mas de 2001 para cá eu já tinha o plano de depois dos 60 anos me dedicar a vida pública e trabalhar para os mais carentes.

Sobre a última eleição, uma diferença de apenas 93 votos, como esse resultado foi recebido pelo senhor? Na verdade eu me senti muito vitorioso pelo resultado porque fomos crescendo e chegamos a quase 50%. Se pegar o extrato do cartório da para concluir que na verdade eu fui mais votado que meu adversário. Meu adversário teve 4996 votos, eu tive 4903 e 438 votos foram da siglas da minha parceria que é o PSDB e  isso não foi aceito pelo cartório. Então na contagem de votos eu me considero vitorioso e fiquei feliz com o resultado. Fizemos uma campanha política limpa, sem calunia e saímos de cabeça erguida.

Quais são as expectativas para a próxima eleição? A última eleição foi bem diferente, muitas pessoas mostraram que estão atentos às mudanças e nós representamos um grupo de mudanças, este é o nosso foco. Acredito que a população coelhense quer alguém que tenha mais amor e compaixão com o próximo e essa é nossa diretriz. Eu pude perceber na última campanha que o povo de Engenheiro Coelho quer mudança e nós estamos oferecendo essa opção. As expectativas são boas para o futuro.

Se eleito, qual a primeira coisa que pensa em mudar? Depois de conhecer a estrutura da prefeitura, deveremos reduzir esses gastos desnecessários e mudar a saúde do nosso município. Um diferencial dos nossos pensamentos é que todos que trabalham e apoiam a nossa campanha, não tem promessas de secretarias e cargos de confiança porque queremos cuidar dos departamentos com responsabilidade para não gerar despesas demais para a prefeitura, sem regalias. Gostaria de governar para todos não só para quem me apoiou.

Qual a mensagem que o senhor quer deixar para a população coelhense? Eu diria para os cidadãos de bem que escolheram essa terra para viver com sua família, que se mantenham firme e não desistam de Engenheiro Coelho. É importante também que eles estejam atentos e não se enganem com as pessoas, que eles possam ter sabedoria para eleger alguém que tenha compaixão e amor e que não faça do seu adversário o seu inimigo. Nossa cidade pode passar por uma mudança se isso acontecer e maior beneficiado será a população.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Coelhense


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.