02/11/2019

Professora de Engenheiro Coelho apresenta pesquisa na Alemanha

Esse trabalho é resultado dos seus estudos no programa de doutorado, que aborda história da genética, uma de suas especialidades

A pesquisadora e professora da faculdade de História do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp), campus do município de Engenheiro Coelho, Dayana Formiga, participou do Workshop Internacional FAPESP/BAYLAT Brasil-Alemanha, apresentando pesquisa sobre a influência germânica na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ), localizada no município de Piracicaba (SP). Esse trabalho é resultado dos seus estudos no programa de doutorado, que aborda história da genética, uma de suas especialidades.

Intitulado de “The German influencie no the Brazilian agricultural schools: Friedrich Gustav Brieger’s role in the genetics of the Luiz de Queiroz College of Agriculture (1936-1977)”., a pesquisa aponta como a Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (ESALQ) revolucionou o melhoramento genético, através da chefia do alemão Friedrich Brieger, do milho, hortaliças, legumes e frutas. E como isso mudou para sempre a agricultura brasileira e os hábitos alimentares. Os trabalhos deveriam ser relacionados à temática: Influências da Alemanha na ciência e arte brasileiras e vice-versa.

Friedrich Brieger, pesquisador estudado pela professora Dayana, foi um botânico alemão. Ao chegar no Brasil, desenvolveu e aprimorou pesquisas sobre agricultura tropical. Seus trabalhos influenciaram hábitos do consumo brasileiro. Brieger também foi precursor do estudo da Genética em Piracicaba.

Os alemães realizam muitos estudos sobre a América Latina e se interessam pelo desenvolvimento da ciência no Brasil. Segundo a pesquisadora do Unasp, o grupo em que participou era formado por pesquisadores mais experientes dedicados aos estudos na América Latina. Alguns estudam a Amazônia há pelo menos 40 anos. “Foi uma oportunidade enriquecedora porque temos a oportunidade de trocar conhecimento”, conta Dayana.

O Workshop Internacional FAPESP/ BAYLAT é uma parceria entre a Universidade de São Paulo (USP) e a Universidade Católica de Eichstätt, na Bavária, Alemanha. Em 2012, A Fundação de Amparo à pesquisa do Estado de são Paulo (FAPESP) e o Centro Universitário da Baviera para a América Latina (BAYLAT) assinaram um Acordo de Cooperação em Pesquisa. O Acordo busca a cooperação científica e tecnológica através do financiamento de projetos de pesquisa conjuntos.

Esse encontro científico é uma oportunidade para criar uma rede de pessoas com interesses em comum e consolidar futuras colaborações. Além disso, a pesquisa tem um papel importante na construção do conhecimento. No ano passado ocorreu o primeiro encontro, os alemães vieram para o Brasil. Este ano foi a vez dos brasileiros irem até a Alemanha.

De acordo com o diretor acadêmico do Unasp, doutor Francislê Neri de Souza, um bom professor é aquele que também é pesquisador. Quando a instituição apoia seus docentes em congressos científicos está investindo, de forma direta e indireta, na qualidade de ensino. “Pode haver pesquisa sem ensino, mas não bom ensino sem pesquisa”, destaca. A instituição enfatiza o desenvolvimento do conhecimento, inovação e aplicação na sociedade.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Coelhense


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.