29/05/2019

Segundo Legislativo, salário da 2ª dama foi erro do RH da Prefeitura de Engenheiro Coelho

Mediante da documentação, parlamentares afirmam que valor indevido foi estornado

Da redação

Nas últimas semanas, o Portal Transparência, site oficial do Governo Federal e de acesso livre, deixou informações à disposição do cidadão coelhense que causou confusão e revolta na população. Isso porque o valor de pagamentos à alguns funcionários públicos estavam muito acima do salário base. O fato mais revoltante questionado foi o salário da segunda dama, especificamente, no mês de abril de 2019, o valor ultrapassa R$ 28 mil.

Vereadores estiveram na prefeitura a fim de esclarecer o ocorrido, nesta segunda-feira (27) e, segundo eles, mediante apresentação de documentação, o valor indevido foi estornado aos cofres públicos pela própria segunda dama.

Na penúltima sessão da Casa de Leis, o vereador Sidney Meris (PSB) pediu para que o presidente da Câmara protocolasse um documento pedindo para que o Poder Executivo esclarecesse o fato. Sendo assim, o Poder Legislativo esteve na prefeitura para que o fato pudesse ser apurado. O Portal Coelhense foi convidado a verificar alguns documentos que, de acordo com os parlamentares, não podem ser divulgados por se tratar de arquivos internos da prefeitura.

A documentação apresentada mostra que o erro teria sido do Departamento de Recursos Humanos da Prefeitura, sendo assim, no dia 6 de maio, a primeira dama teria procurado o Departamento Financeiro para avisar que o valor estava acima do que havia para receber. O total creditado na conta particular foi de R$ 25.748,64 e mesmo com férias vencidas, o montante não correspondia ao valor real. A partir desse momento, um processo interno foi instaurado para conferir os valores, o qual terminou dia 24 de maio, mesma data que Maria Clemência estornou o valor de R$17.680,41.

Ainda segundo os edis, e mediante a apresentação da documentação, a primeira ação partiu de Maria Clemência em avisar que o valor estava incorreto e que, assim que terminou os trâmites internos, a mesma estornou o dinheiro da conta dela aos cofres públicos. O vereador Kenji Melo (PV) está com documentação em mãos e apresentou, assim como leu na íntegra, na última sessão da Câmara de Vereadores do município. Em reunião, os representantes da Casa de Leis disseram repudiar qualquer ação irregular e que jamais fechariam os olhos para um caso como esse, mas que a situação foi esclarecida pelo Poder Executivo.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Coelhense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.