16/04/2019

Vendas de ovos de Páscoa devem crescer em Engenheiro Coelho

Empresas entenderam que era necessário adaptar os preços

Da redação

Segundo economistas, a tendência para 2019 é que se venda mais ovos de Páscoa a preços mais baixos do que no ano anterior. Desde 2014, o mercado brasileiro viu um aumento exagerado nos preços dos ovos de chocolate, o que afetou o poder de compra. Houve uma queda de 5,8% em 2016. As empresas entenderam que era necessário adaptar os preços, e ao melhorar registraram um aumento de 2,2% nas vendas em 2017. Em 2018, o crescimento foi de 3,2% e agora estima-se que ultrapasse os 3%.

A melhora da economia e a data da comemoração são fatores que devem impulsionar a venda dos ovos. “ Bom, eu espero que diminua mesmo. Lá em casa são quatro crianças e comprar ovos caros para todos fica impossível né”, diz a moradora Katia Silva. Dados da Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab) apontam que, em 2015, a produção de ovos chegou a 19,7 mil toneladas, em 2016  chegou a 14,3 mil toneladas e 2017  a 9 mil toneladas, com recuperação em 2018 que foi de 11 mil toneladas.

Muitos consumidores buscam outras alternativas como, por exemplo, os ovos caseiros. Maria Dalva Lopes é pedagoga e há 25 anos faz ovos de chocolate na Páscoa para complementar a renda. Ela relata que a procura é cada vez maior. “Está uma correria aqui, são muitas encomendas. O consumidor vê vantagem em comprar ovos caseiros e os benefícios são vários, é mais barato, vem mais chocolate e o cliente sempre leva um pouco a mais do peso. Os meus clientes que compraram um vez, voltam no ano seguinte”. garante Maria Dalva.

Caseiro ou industrial, ao que tudo indica, o consumidor coelhense voltará a presentear com ovos de chocolate, já que nos últimos anos, para muitos o presente não passou de uma caixa de bombom ou até mesmo uma barrinha de chocolate.

…………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Coelhense

Na hora da compra


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.